Parque Nacional do Iguaçú

 OI MENINAS!!


Hoje vou mostrar pra vocês uma viagem que eu fiz agora no do ano, sei que esse post ta meio atrasado, mas eu quis postar mesmo assim pq acho que vale muito a pena.

Fui passar algumas semanas com meu namorido em Capanema (18mil habitantes, pequena mas maravilhosa cidade, eu esqueci de fotografar a cidade, me preocupei em fotografar locais turisticos, mas é legal mostrar cidades novas que ninguém conhece né? Eu mesma nunca tinha ouvido falar até meu namorido ir trabalhar lá), fica no Oeste Paranaense, bem perto das fronteiras do Paraguai e da Argentina.


Num dos fins de semana conseguimos alugar um carro (pq em cidade pequena não tem locadora, então alugamos de um revendedor de carro (... ué, se não tem jeito a gente da um jeito né? rs) e fomos nós pra Foz do Iguaçu (segundo a ONU tem mais de 250mil habitantes), que faz fronteira com Ciudad del Este (Paraguay) capital mundial da muamba! (rs)

Saímos de Capanema as 7 da manhã e chegamos lá as 11. Fomos direto pro parque porque tinhamos comido no meio do caminho na estrada (lanchinho), então resolvemos almoçar mais tarde na Argentina (primeiro porque é mais barato, segundo porque carne lá é um espetáculo!!!!).

Chegando no parque a emoção foi tanta que eu esqueci de tirar foto da entrada, tem um páteo enorme, um espelho d'água e um estacionamento gigante.

A Bilheteria da toda a dica, um dos lugares mais organizados, bem conservados e bem mantidos que eu já tive a oportunidade de ir. Simplesmente espetacular!


Lojas, banheiros, lanchonete e um pequeno museu estão ali pra dar aos visitantes uma experiência completa.

Bem na entradinha há vários painéis mostrando todas as espécies de animais que habitam o parque. Mostra também a área do parque, fala um pouco de sua história... infelizmente não deu pra parar pra ler pq o passeio é demorado, e nós ainda queríamos ir ao Parque dos Pássaros (que fica exatamente na frente do Parque do Iguaçu, vou mostrar no próximo post), e como os dois passeios são demorados nos apressamos.




Um ônibus de dois andares leva os visitantes ao seu destino. O caminho é asfaltado, passa por dentro do parque e é simplesmente perfeito!


 É gente, o passeio é longo. Entramos no ônibus e ficamos lá em cima (pra tomar um ventinho e ver melhor a paisagem... que o começo basicamente se resume a mato e a estrada mais linda que eu já vi (rs). Ao longo do caminho tem 3 paradas, cada uma com um nome diferente e que leva a um passeio diferente. Há trilhas para caminhada, trilhas para bike, trilhas com um carrinho que vai andando por dentro do parque, um destes caminhos é o que leva ao Barco que leva as pessoas bem em baixo da queda d'água. Como tínhamos pouco tempo não fizemos este passeio... mas calma que eu ainda volto lá pra fazer esse! rs

Numa das paradas tem um Hotel 4 estrelas... sim... no meio do parque! Enorme, maravilhoso!





 Então finalmente chegamos na nossa parada, que é a do passeio tradicioal (e pelo qual pagamos na entrada do parque, ahhh Residentes do Paraná com comprovante de residência entram de graça).

A trilha tem 1.2Km.... eu tava tão, mas tãaaaao animada que perdi essa placa, graças a Deus que eu não ví, senão ia desanimar. Mas pra uma pessoa extremamente sedentária como eu, até que eu fui muito bem. Mas a paisagem ajuda, a companhia, tudo é tão lindo que eu fui a ultima a reclamar de dor os pés! rs...






 São váaaarios Mirantes ao longo do caminho, eles dão várias vistas diferentes das cataratas. Não da pra morrer de tédio. E ainda tem emoção no caminho...rs... no começo tinham placas avisando pra não alimentar os Quatis, mas eu achei que nem veríamos nenhum. Mas ao contrario do que eu achei, Vários aparecem pelo caminho, andam por entre as pessoas nem ligando! (mas eu vi um cara tentar passar a mão em um e ele rosnou pro cara... daí achei melhor só fotografar mesmo).






 Mas gente eles são muuuuuito fofinhos e lindos!! Só que de verdade, eu vi um rosnar pro cara, ele rosna meio que nem gato sabe? Então mesmo que eles fiquem tranquilos andando entre as pessoas, tem que deixar eles em paz.









 Mew as fotos não mostram nem 10% da maravilha que é tudo isso! A medida que vamos chegando perto da queda d'água o cheirinho de mato molhado (que eu adoro) começa a subir. Aos poucos mesmo na trilha a água pulverizada começa a molhar a gente. O Rio estava muuuuuuuito cheio então as quedas estavam maravilhosas!!!

Gente não me achem uma ridícula tá? Eu ia de calça Leg, camiseta velha e tênis, de cabelo preso e sem make nenhuma. Daí vira o Hômi e diz: "noss... vc vai assim?" Aí eu falei Ahh é... ta bom então, me arrumo... Fiz uma make, Coloquei uma blusinha melhor, calça jeans mas insisti no tênis... e lá fomos nós.

Bom nem preciso dizer que a Make já era né??

Mew mas foi muuuuuito bom!! As fotos acabam aqui porque eu tive que por a câmera na bolsa, a água tava demais, e ia molhar. Guardei e aí lá no meio do aguaceiro tirei o celular e fiz um 360, molhou mas deu pra guardar logo depois. Nenhum dano.

As fotos da minha make derretida e os vídeos que eu gravei rapidinho no celular estão no meu instagram. Aqui abaixo no blog tem um link pra ele, me segue lá!

Por hoje é só meninas.
Olha, as fotos são uma lembrança, mas sério, não chegam aos pés da imensidão da maravilha da natureza que é aquilo tudo! Não tenho nem palavras suficientes pra descrever, só sentir. Quando estava na passarela, no meio da água, completamente em sopa, só conseguia sentir calma sabe?? Foi uma experiência maravilhosa!

No próximo domingo eu continuo a história e mostro como foi no Parque das Aves.

Beijos!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Editado por Noa